• Home
  • /
  • Sobre
  • /
  • Blogs Parceiros
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Contato
  • As coisas que fazemos por amor, Kristin Hannah



    Sinopse: Caçula de três irmãs, Angela DeSaria já tinha traçado sua vida desde pequena: escola, faculdade, casamento, maternidade. Porém, depois de anos tentando engravidar, o relacionamento com o marido não resistiu, soterrado pelo peso dos sonhos não realizados. Após o divórcio, Angie volta a morar na sua cidade natal e retorna ao seio da família carinhosa e meio doida. Em West End, onde a vida vai e vem ao sabor das marés, ela conhece a garota que mudará a sua vida para sempre. Lauren Ribido é uma adolescente estudiosa, bem-educada e trabalhadora. Apesar de morar em uma das áreas mais decadentes da cidade com a mãe alcoólatra e negligente, a menina sonha cursar uma boa faculdade e ter um futuro melhor. Desde o primeiro momento, Angie enxerga em Lauren algo especial e, rapidamente, uma forte conexão se forma: uma mulher que deseja um filho, uma menina que anseia pelo amor materno. Porém, nada poderia preparar as duas para a repercussão do relacionamento delas. Numa reviravolta dramática, Angie e Lauren serão testadas de forma extrema e, juntas, embarcarão em uma jornada tocante em busca do verdadeiro significado de família.

    Olá, amigos leitores! Tudo bem com vocês?

    Quando vejo um  livro da Kristin Hannah eu nem demonstro interesse em ler a sinopse...Peço no escuro, leio no escuro e até hoje não me decepcionei. Esta é uma autora que gosto muito e que tenho enorme prazer em ler, sentir e pensar com as suas narrativas. Os personagens e as suas histórias são envolventes e trazem sempre temas muito próximos e significativos para as nossas vidas. Eu gosto de livros assim, que nos põem para pensar.

    Em As coisas que fazemos por amor temos a oportunidade de conhecer Angela DeSaria. Angie é a caçula de três irmãs e faz parte de uma família de origem italiana, o que podemos chamar de “A Grande Família”. Barulhentos, emotivos, agitados e dando palpites o tempo todo, os DeSaria são também amorosos e acolhedores como toda grande família deve ser.  

    Angie é uma mulher metódica, senhora de sua própria vida, que renega um pouco esse jeito tão expansivo de sua família. Sempre soube o que queria de sua vida e planejou a profissão, o casamento e claro, os seus filhos. Casada com Conlan, ela buscava também construir a sua própria família. Só que nem tudo saiu conforme tinha planejado, essa é grande frustração dos metódicos. A vida é de viés, já dizia o poeta e Angie viu os seus sonhos, o seu casamento e sua almejada maternidade desmoronando.

    Lançamento: O gato e as orquídeas, de Kwong Kuen Shan


    TítuloO GATO E AS ORQUÍDEAS
    Autora: Kwong Kuen Shan
    Tradução: Denise Bottmann
    Editora: Estação Liberdade
    Formato: 17 x 17 cm / 96 páginas / Colorido
    ISBN: 978-85-7448-296-5
    Preço: R$ 25,00
    Depois de O gato zen e O gato filósofo, a maravilhosa arte de Kwong Kuen Shan está de volta em O gato e as orquídeas! Esta coleção, com 40 novas aquarelas, evoca os gatos e a sabedoria de seus modos, aliados a um novo elemento: a beleza e a energia silenciosa das flores.
    As pinturas são acompanhadas de textos: poemas, provérbios ou trechos populares da milenar tradição chinesa, pelos sábios Hung Ying-Ming, Cao Xueqin e Han Yu, entre outros.
    Como outros pintores da escola tradicional chinesa, Kuen Shan busca retratar o Qi — vitalidade, espírito — dos seus temas. A partir da observação atenta e da reflexão, brotam as imagens. A artista atrai o observador, convidando a entrar na obra e procurar a história que se desenrola para além do que veem os olhos.
    Em O gato e as orquídeas, as flores — com destaque para as orquídeas, mas não só — vêm para dar um toque a mais de significado e graciosidade nas cenas de felinos retratadas pela artista. Apresentando mais detalhes sobre o simbolismo e as sutilezas de suas amigas plantas — o girassol, por exemplo, é a amiga otimista, enquanto a lótus é a amiga pura — a autora nos mergulha mais uma vez em uma inesgotável fonte de deleite, reflexão e encantamento.
    Confira algumas citações:


    “Quem procura a perfeição em tudo
    Jamais encontrará a felicidade. (Cao Xueqin)” [p. 16]

    “Se alguém a engana, não alardeie.
    Se alguém a humilha, não se mostre aborrecida.
    Isso lhe dá uma fonte de humor.
    E lhe dá uma vantagem sobre eles. (Hung Ying-Ming)”[p.26]


    “O sentido da vida não consiste em superar os outros,
    E sim em superar a si mesmo. (Provérbio chinês)”  [p. 52]

    “A vida, curta ou longa, é completa.
    Viva todos os momentos, e ela pode ser perfeita.
    (Ensinamento zen)” [p. 60]

    Sobre a autora:
    Kwong Kuen Shan é uma artista e escritora natural de Hong Kong. Kuen Shan estudou inglês e chinês clássico em seu país natal antes de se radicar em Londres. Atualmente, vive com o marido Christopher e o gato Joseph em uma pequena cidade no País de Gales, onde pinta, escreve e ensina arte chinesa.
    Seus temas preferidos são animais domésticos, vida selvagem, flores e paisagens. Nas horas livres, cozinha, toca piano (um pouco), cuida do jardim (bastante) e mima Joseph (muito!). Além de exposições locais, seus trabalhos foram destacados recentemente em mostras em Paris e Milão. É autora também de O gato filósofo e O gato zen, ambos publicados pela Estação Liberdade (2015).

    Em Poesia, Lara Braga





    Em Poesia
    Lara Braga
    Coleção Mulheres em Cena
    Editora Bambual
    Poesia
    93 páginas
    2017


    Olá, amigos leitores! Tudo bem com vocês?

    Os tempos não são os mais floridos, mas sempre é gratificante falar de livros e, principalmente, de poesia. Um gênero que me identifico muito e que me apazigua das rudezas da vida. Hoje o prazer é duplo porque trago para vocês literatura brasileira e feminina!

    Em poesia é o livro de estreia de Lara Braga e também o segundo volume da coleção Mulheres em Cena. Este é mais que uma coleção de livros, é um projeto idealizado e criado pelas irmãs Lara Braga e Nara Tosta que engloba publicação de livros, realização de eventos presenciais e online, assim como ações nas redes sociais, sempre com o propósito de propiciar a discussão e o fomento de questões relativas ao Feminino neste momento tão especial de afirmação da igualdade de gêneros na atualidade.

    Lançamento: O sol na cabeça, Geovani Martins


    Em O sol na cabeça, Geovani Martins narra a infância e a adolescência de garotos para quem às angústias e dificuldades próprias da idade soma-se a violência de crescer no lado menos favorecido da “Cidade partida”, o Rio de Janeiro das primeiras décadas do século XXI. 

    Em “Rolézim”, uma turma de adolescentes vai à praia no verão de 2015, quando a PM fluminense, em nome do combate aos arrastões, fazia marcação cerrada aos meninos de favela que pretendessem chegar às areias da Zona Sul. Em “A história do Periquito e do Macaco”, assistimos às mudanças ocorridas na Rocinha após a instalação da Unidade de Polícia Pacificadora, a UPP.